COMUNICADO CNG Nº 46 – 11 DE OUTUBRO DE 2015

dia dos professores-final

COMUNICADO CNG Nº 46 – 11 DE OUTUBRO DE 2015

O Comando Nacional de Greve realizou reunião nos dias 09, 10 e 11 de outubro com os seguintes pontos de pauta:

01 – LISTA DE PRESENTES

02 – INFORMES

03 – AVALIAÇÃO DA GREVE NACIONAL DOS DOCENTES FEDERAIS

04 – ENCAMINHAMENTOS

05 – ANEXOS

06 – CARTA DO CNG À SOCIEDADE BRASILEIRA

07 – MOÇÕES

08 – QUADRO ATUALIZADO DA DEFLAGRAÇÃO DA GREVE NAS IFE

Continuar lendo

COMUNICADO Nº 45 – 09 DE OUTUBRO DE 2015

ANDES

COMUNICADO Nº 45 – 09 DE OUTUBRO DE 2015

O Comando Nacional de Greve realizou reunião nos dias 06, 07 e 08 de outubro com os seguintes pontos de pauta:

01 – LISTA DE PRESENTES

02 – INFORMES

03 – SAÍDA UNIFICADA DA GREVE NACIONAL: MANTER A UNIDADE DA CATEGORIA DOCENTE E A MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

04 – ENCAMINHAMENTOS

05 – MOÇÃO

06 – QUADRO ATUALIZADO DA DEFLAGRAÇÃO DA GREVE NAS IFE

01 – LISTA DE PRESENTES:

 06/10/2015. Participantes: Diretoria: Marinalva S. Oliveira, Giovanni Frizzo. Delegados: José Sávio da Costa Maia (ADUFAC), Elizandra Garcia da Silva (ADUA), Carlos Eduardo Ramos (SESDUF-RR), Ailton Lima Miranda (ADUFPA), Pérsio Scavoni de Andrade (SINDUFOPA), Francisco Orinaldo Pinto Santiago (SINDUFAP), Alyne Maria Sousa Oliveira (SINDIFPI), Magnus Gonzaga (ADUFERSA), Jordi Carmona Hurtado (ADUFCG), Mariana Moreira Neto (ADUC), Marcos Pedroso (ADUFS), Júlio César dos Santos (APUR), Luiz do Nascimento Carvalho (ADCAC), Paulo Wescley Maia Pinheiro (ADUFMAT), Luciana Lopes Coelho (ADUFDOURADOS), Gisele Moraes Moreira (APESJF) e Gustavo C. Souza (ADUFLA). Observadores: Davi Lima Pantoja Leite (ADUFPI), Ivan Neves (ADUFPA), Tiago Iwasawa Neves (ADUFCG), Maelison Silva Neves (ADUFMAT). Convidado/a: Sandra Boari Silva Rocha (ADUFSJ), Sara Martins de Araújo (ADUFOP), Manoel Carlos Couto de Araújo (APESJF) e Emanoel Antônio de Freitas (APESJF). Continuar lendo

COMUNICADO ESPECIAL VIII – 07 DE OUTUBRO DE 2015

ANDES

COMUNICADO ESPECIAL VIII – 07 DE OUTUBRO DE 2015

O Comando Nacional de Greve encaminha o Comunicado Especial com o seguintes itens:

  1. Informe do Ato em Brasilia no Dia Nacional de Luta e Mobilização em Defesa da Educação Pública
  2. Nota de Repúdio: não à repressão ao Movimento Docente
  3. Moção de Repúdio ao ataque da COFENEN à Educação Inclusiva.
  4. Anexo

1) Ato em Brasília no Dia Nacional de Luta e Mobilização em Defesa da Educação Pública

Centenas de professores de todo o país participaram na manhã desta segunda-feira (5) do ato em frente ao Ministério da Educação, em Brasília. O Dia Nacional de Luta e Mobilização em Defesa da Educação Pública foi organizado pelo Comando Nacional de Greve (CNG) dos docentes federais e CNG SINASEFE para marcar a data em que deveria acontecer a reunião entre o CNG e o ministro da Educação. Durante toda a manhã, uma comissão do CNG cobrou a reunião, agendada pelo MEC no último dia 24 e condição imposta pelos docentes para que saíssem do gabinete ministerial, ocupado pelos grevistas naquela data. O secretário da Sesu/MEC  (Secretaria de Educação Superior) Jesualdo Farias se reuniu na porta do MEC com os representantes do CNG ANDES-SN, CNG SINASEFE e estudantes, e comunicou que a audiência não poderia ser realizada, pois a pasta estava sem representante, uma vez que o novo ministro, Aloízio Mercadante, só seria empossado no final da tarde dessa segunda-feira e a transmissão de cargo só ocorrerá na próxima quarta feira (07-10). Segundo Farias, assim que assumisse o posto, o ministro da educação Mercadante poderia cumprir com a agenda. Os representantes dos CNG ANDES-SN e CNG SINASEFE cobraram então um documento oficial do MEC de que o novo ministro receberia as entidades tão logo fosse feita a transmissão do cargo, marcada para quarta-feira (7). No final da manhã, o documento foi entregue, destacando que a “agenda com o Ministro da Educação vai ser reorganizada para atender as diversas solicitações, incluindo a pauta com o ANDES-SN” (Anexo 1).

Mesmo diante da ausência de reunião, as diversas atividades ocorreram no ato em frente ao MEC. Entre elas, aulas públicas sobre o Orçamento da União e a Dívida Pública, com Maria Lúcia Fattorelli, da Auditoria Cidadã da Dívida e sobre os Institutos Federais de Ensino, com o professor Valério Arcary, do IF de São Paulo. No encerramento da atividade, em ação truculenta, a Polícia Militar do DF atacou os docentes e estudantes que participavam do Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação Pública, em frente ao prédio do Ministério da Educação. Enquanto se preparavam para deixar o local, foram encurralados por policiais, que agrediram violentamente os participantes com cassetetes e spray de pimenta. Um estudante foi detido e, segundo relatos, encaminhado à sede da Polícia Federal. A Assessoria Nacional Jurídica do ANDES-SN foi acionada e presta o apoio necessário e por volta das 22 horas o aluno foi liberado.

Continuar lendo